Tese de Mestrado

Título:Adsorção de Albumina Bovina e Ácido Hialurónico em Cerâmicos de Titânio. Análise por QCM-D e AFM.
tese (português)download (1.1MB)
resumo alargado (inglês)download (0.3MB)

Resumo:
A utilização de superfícies metálicas revestidas tem sido uma estratégia usada para melhorar o desempenho de dispositivos médicos, em particular de próteses ortopédicas. Os cerâmicos de titânio são considerados revestimentos biocompatíveis com boas propriedades mecânicas e tribológicas. Durante o contacto com os fluídos biológicos as macromoléculas presentes, nesses fluídos, podem adsorver-se nos revestimentos modificando-lhes o comportamento das superfícies. Neste trabalho foram estudadas as adsorções, a 25 ºC, de albumina de soro bovino (BSA) e de hialuronato de sódio (NaHA), duas das macromoléculas presentes no líquido sinovial, a três revestimentos cerâmicos de titânio obtidos por deposição física de vapor (PVD): o nitreto de titânio (TiN), o nitreto de titânio e nióbio (TiNbN) e o carbonitreto de titânio (TiCN). As técnicas utilizadas no estudo foram a microbalança de cristal de quartzo com análise de dissipação (QCM-D) e a microscopia de força atómica (AFM). Os resultados obtidos para a adsorção de BSA permitem concluir que não existem diferenças significativas entre a adsorção nos três materiais cerâmicos, e que, a proteína se adsorve em monocamada uma vez que as espessuras de filme são compatíveis com as suas dimensões moleculares. Do estudo da adsorção de NaHA aos revestimentos cerâmicos e a monocamadas de BSA concluiu-se que interacção entre as moléculas de BSA e NaHA é fraca a pH neutro. Determinaram-se as forças de adesão, por AFM em água, entre os pares superfície-tip: TiN-BSA, TiNbN-BSA, BSA(TiN)-BSA e BSA(TiNbN)-BSA, e verificou-se que eram superiores às forças de van der Waals estimadas pelo tratamento de Hamaker.

Palavras-chave:
Albumina, ácido Hialurónico, Adsorção, Microbalança de Cristal de Quartzo, Microscopia de Força Atómica, Nitretos de Titânio